A estréia do detetive Ernesto Romano



[A estréia do detetive Ernesto Romano]


[Um Conto de Victor Carsan] é uma trama de suspense e crime que o detetive Ernesto Romano entra em ação mais uma vez, ele vive no Romance [A Prisioneira das Sombras] e investiga um caso eletrizante na qual em suas tentativas de colocar um ponto final no caso não consegue provas contundentes e por falta disso as provas evidentes são circunstanciais e esfria. Infelizmente o caso é arquivado. O caso arquivado tem um codinome um tanto sinistro. Pássaro suicida. No meio de uma investigação criminal não seria ético impôr situações sobrenaturais e tudo fica obsoleto.
O detetive entra em ação em um novo caso, porém, percebe que se trata dos mesmos padrões. O caso de Victor Carsan que é um jovem talentoso e rico. Herdou todo o dinheiro dos pais quando os perdeu num acidente de carro rumo ao sul do país. Victor se apaixona pelo mundo do ilusionismo e deixa Romano numa dúvida cruel. Se a história que conta sobre sua infância é verdadeira ou se é apenas fruto da sua imaginação.
- Será um caminho ludibrioso na qual os seus pés nunca pisaram? Ou a história de Victor é verdadeira?
- Até que ponto Victor poderia chegar para que as cenas de crime nunca vistas apagariam o poder que manipula nas pessoas?
- Seria confiável ouvi-lo? Ou tudo que disse sobre as cenas que marcaram e atravessaram uma década inteira seria obra de um Serial Killer? 
O mundo de Romano se cruza com o mundo particular de Victor e numa trama de crimes, suspenses e segredos apenas só um lado poderá levá-lo a verdade.
Romano deve acreditar um pouco em sua intuição e desvendar os mistérios que Victor se entrelaça tão bem.


Mensagens populares deste blogue

Poesia Além do Tempo