Diário de Uma Feiticeira - A Estaca de Cedro - Coleção Instrumentos da Magia





O segredo ético do universo guardado por compaixão explodia em minhas veias. Finalmente, eu provaria daquele cálice sagrado e alcançável. A mão supressora que buscou as estrelas e fizeram todos os mistérios serem revelados.
Como se uma força muito forte sobreposta em minha cabeça. Senti as forças do tempo forçando-me a continuar ajoelhada. Mas, a mesma mão doce e masculina subiu o meu queixo e deu me um beijo.
O beijo da verdade.

(Victória Louise de Michael) 

Mensagens populares deste blogue

Poesia Além do Tempo

Brasil - Política