Espinhos da Carne






Espinhos da Carne



Essa poesia faz parte da Coletânea Imortais IV pela Editora Alternativa.

Fico lisonjeada em participar com outros autores, afinal todos devem mostrar ao mundo a sua escrita e incentivar a leitura, não podemos deixar que a literatura morra.

Eu torço para que as histórias que estão numa gaveta conheça o mundo de alguém!

Comentários

Ouça também!

A Prisioneira das Sombras

Belisama em Fases Lunares

Nas Mãos do Alquimista

Uma Nova Humanidade