Uma Nova Humanidade





 

UMA NOVA HUMANIDADE...


NOSSO CORPO SOCIALIZADO É MATÉRIA ADORMECIDA DA NATUREZA, ESSE FENÔMENO ACORDA QUANDO A SAGRADA ESPIRAL SE DESLOCA DE SEU CENTRO DE GRAVIDADE.

ESSA ENERGIA QUE ASSUSTADORAMENTE APAVORA E QUE A CHAMAM DE TEMPESTADE CARREGA EM SI A VIDA E A MORTE.

ESSA FORÇA ASSINTOMÁTICA É A CHAVE QUE NÓS HUMANOS PRECISA PARA ATRAIR OS OPOSTOS E AVANÇAR NA BUSCA DO DESCONHECIDO.

O EQUILÍBRIO EM MOVIMENTO, A NATUREZA EM HARMONIA, CRIANDO E DESTRUINDO NA PROPORÇÃO CÓSMICA.

SEGUNDO OS PESQUISADORES DO OBSERVATÓRIO NAVAL DOS ESTADOS UNIDOS, FOI REGISTRADO ALTERAÇÕES SIGNIFICATIVAS NA ROTAÇÃO DA TERRA EM UM SEGUNDO A CADA DEZ ANOS.

A PRESSÃO ATMOSFÉRICA SENTE O DESEQUILÍBRIO POR DANOS QUE NÓS O ENVOLVEMOS E SER CONSCIENTE DE QUE NÃO ESTAMOS ZELANDO O SUFICIENTE POR ALGO QUE TÃO PERFEITAMENTE NOS RECEBEU E DOOU PARA NÓS OS SEUS RECURSOS, POR TODA A NOSSA JORNADA COMO SER HUMANO. SERIA O MESMO QUE NÃO DAR UMA CHANCE ÀS CRIANÇAS DO HOJE.

O FUTURO DEPENDE DAS NOSSAS AÇÕES E DEBRUÇAR SOBRE ALGO ERRADO PARA CULPAR ALGUÉM, NÃO É EVOLUIR. É ANULAR O AMANHÃ DAS NOVAS GERAÇÕES.

— SERIA PRUDENTE INICIAR UMA ATITUDE PARA QUE O RELÓGIO CÓSMICO NÃO ANULE O TEMPO QUE DESMERECIDAMENTE DEIXAMOS PASSAR?

— EXISTE A POSSIBILIDADE DE NÃO TERMOS ANULADO A EXISTÊNCIA PARA UMA NOVA HUMANIDADE?


Na etimologia  Cardo deriva do latim cardùus, que significa "fazer sinal com a cabeça", em alusão à flor de forma ovoide apoiada no caule oscilante. (enciclopédia das flores) A coroa significa poder assim, como os chifres na antiga religião simboliza poder e pureza. A flor de cardo simboliza a regeneração de órgãos essenciais no corpo como o fígado e o baço. A coagulação que ela causa assegura o poder que a envolve e as plantas com espinhos, em maioria, não todas, essa em especial e as rosas são benéficas para tratar as inflamações. Portanto, a regeneração dos tecidos é a fonte de onde o corpo inicia os processos de cura e longevidade. Porém, o que teria o tempo com a flor de cardo? O espaço que ela mantém para a cura, assim como o planeta cronometrado. Tudo exige tempo. E, o necessário para a vida e para a morte.


(Texto com DIREITOS AUTORAIS)

[Claudianne Diaz]

Comentários

Ouça também!

A Prisioneira das Sombras

Belisama em Fases Lunares

Nas Mãos do Alquimista

Uma Nova Humanidade