Reflexão




Diante do espelho, vi-me, mas de volta, outra mulher me olhava. Incompreendida de fato, com um peso estranho sobre os ombros nas quais me dizia: — Se choras, seria o trício seleniado de suas lágrimas que mudariam o mundo? A amargura aterradora das dores que a sua alma difere entre o amor que sentes e a impunidade? Se queres mesmo ser diferente no mundo, deves continuar e encorajar os que pelos caminhos resistem, indignados por algo que se recusam a completar sua jornada. Se queres mesmo fazer a diferença no mundo, olhe-a e veja que cada centímetro do seu corpo foi moldado por células galácticas, que se juntaram e te formaram desde antes mesmo do ventre de sua mãe. O eterno cordão mitocondrial já a esperava. Se queres fazer a diferença no mundo, recuse a calúnia, dê aos que tem fome, chore com alguém as suas dores, vibre com alegria quem possuiu uma vitória, ouça os que estão perdidos na solidão e acima de tudo ame sem recompensas. Seja e se transforme numa alma divina e pura, trilhe seu caminho sempre para o bem, não olhe jamais para trás. Saibas que és pó e que pelo tempo determinado terás a liberdade de construir a sua história, dançando sob a breve luz cósmica que passa e a levará timidamente para um friso de sombra. Ali ficarás sem soberba adormecido na escuridão até que o vento do leste o tire de lá. Para que em outras culturas descubra quem és.

Hoje você só é uma menina, pequena que deves apenas continuar sua jornada!

Reflexão das três da manhã.

Comentários

Ouça também!

A Prisioneira das Sombras

Maeve

Um Novo Mundo - Uma Nova Consciência