Mensagens

A mostrar mensagens de maio, 2022

Novidade Filosófica!

Lua Negra - A Lua Serpentária

Imagem
  Lua Negra — A Lua Serpentária A Ordem 5,77.5 Um contorno entre as apóstrofes celestes; 29,53085106382979. Os perímetros usados dentro de sua raiz e multiplicado pelo código do zodíaco equivale seu lugar de origem, nesse ambiente relativo alterna em sua linha visionária de tempo as formas de luz e sombra, criando a sua orbita por frações nas sombras e abrindo as inclinações às suas fases. Mediante, a sua distância, ângulo e grau. Orbitando sob a atmosfera nas mesmas proporções de tempo na qual o homem carrega em sua medula. A força antes que ordenou as 13 lunações e ondas sobre as marés, alternam em vivas e mortas, em relação as 11 principais especificidade de posições entre 3 pontos, terra, lua, sol e em oposição, lua terra, sol. Essa alternância e repetição que atua sobre o campo gravitacional gera a vida. Onde a designação das ondas longas e curtas conserva as proporções fotorreceptoras. Todo o trabalho do 9 e 7 no macrocosmo se repete ao microcosmo, e vice-versa. Inicia-se então,

Belisama em Fases Lunares

Imagem
Mãe da escuridão Aquela, cuja manifestação, está no céu em trevas, No fundo das cavernas No verde das matas. No anoitecer do dia, A escuridão das profundezas estelares, e que adormecida ouve os sussurros dos peregrinos na terra. Mãe, que canta com o assopro dos ventos e faz o coração pulsar de alegria. Escondida entre a luz que se fundiu permanece gloriosa para ouvir os que em silêncio declama a sua aparição no céu. Esplendorosa mãe que se prepara para descortinar o véu da reflexão, abre os sentidos e os faz mergulhar no mais profundo oceano de fantasia e imaginação. Mentes que varrem os mares em busca de explicação. Pavorosos olhos noturnos que viajam sobre as ondas procurando um punhado de elucidação. Peregrinos, crianças do tempo que desejam compreender quem és, para onde vais e o que são. O silêncio do tempo em cada coração reflete de volta a seu mestre interior todas as respostas. E, no entanto, o som do mundo não os deixam ouvir a voz que clama, que chama e que induz. Volta, pere