Mensagens

A mostrar mensagens de 2023

A Deusa e o Canto da Origem

Imagem
A DEUSA E O CANTO DA ORIGEM   A harmonia pulsa em seu nucléolo onde por meio do som acústico cria as vibrações formando os éolos e deles trazem e levam poeiras, centeias vivas da carne originando o homem. Mediante a criação divina na matéria pura, a deusa continua a melodiar. O gemido crepuscular da voz timbra em tons leves e pesados o serpentear da enorme cobra. Em seu umbigo cita as leis e dela desdobra a linha de ouro do tempo, que por intermédio da força pulsante gira o quinhão. Ela então, jamais parou de cantar e cada melodia decodifica a sua mensagem divina, dando por origem a criação de todas as coisas vivas ou inanimadas. Na teia que dorme lança a linha e nela impregna com o toque da sua unha, na qual infecta de tempo. A forma como doa para o universo torna a ela para que ninguém possa descobri-la. O canto ainda que por todo o tempo vibra e que nela está engendrado a sua forma. Ela o chama de momento , uma passagem livre no vácuo e que naquele espaço ela deixa desen

A Deusa e o Quinhão de Ouro

Imagem
A DEUSA E O QUINHÃO DE OURO   Desde que o homem assimilou a ideia de transformar a história real em contos de fadas e heróis, viu por meio dos poetas uma forma segura de esconder a verdade absoluta do tempo, da estratégia e de todas as áreas que governam o mundo. Tão-somente, os homens que queiram conhecer a verdade pudessem acessá-las. Memórias que não se guardam em arquivos físicos, mas nas memórias do próprio tempo. Os seres buscam o conhecimento em todos os lugares, são ensinados por ordens hierárquicas, aprendem línguas e disciplinas. São treinados a ouvir, a falar, a andar e se comportar. Os ouvidos atentos ao mundo exterior, o paladar adocicado das trivialidades alheias, o andar lento para caminhar entre tudo que é moldado ao telespectador do mundo visível. O intelecto pronto a ser esmiuçado pela ordem que melhor pode usá-lo. Uma máquina pronta a ser dedilhada, manipulada e complacente para a sociedade. O ser aprende desde cedo os seus medos, as suas fraquezas, o que e

A Deusa e o Corpo Lúteo

Imagem
A DEUSA E O CORPO LÚTEO   Seria manifesto dizer que o Universo em suas camadas ionizantes recria um processo contínuo de vida. A estrela chave do universo que traz consigo todas as substâncias produtivas para o homem como se a parte nucléica do íntimo ainda em ressonância com o homem sonha. Em milhões de anos as suas camadas vertentes do tempo foram afinando e em mais de suas milhões de malhas, causara um certo impacto no núcleo por motivações da humanidade e desmotivações terrestre. Quão intensamente as camadas do próprio homem em desordem. E, no íntimo da terra como o relógio pulsante e contínuo ele ainda recria em números o poder de sua valência. Na regra da camada mais profunda a deusa sente, vibra e grita. O som cria a vida e a existência ainda é permitida. Na clave entoante dela os polos se formam e as definições de sua força jamais regressa, apenas segue. Nessas castas enigmáticas do tempo em que entram os vácuos, a matéria pura da ordem e do caos, desliga-se da unidad

A Deusa e a Ciranda de Energia

Imagem
A DEUSA E A CIRANDA DE ENERGIA   A sequência molecular atômica atua na forma polarizada e ionizada gerada por eletromagnetismo. Essa forma de energia na qual criou a sua linha digitável, ou seja, o código invisível que em seu raio comanda, exprime e purga a força subjacente da vida, inicia as suas divisões do uno. Do tempo, ao dois, da energia quatro, em conjuntos. A regra diretora definiu já por base das suas divisões na primeira fase, onde por sequência genética expandem por força giratória e oscilares. Então, as subdivisões continuam. O código universal chaveado entrou na corrente orgânica e no vácuo, na matéria pura, são criadas as seções. Onde os cálculos genéticos definidos pela ionização do vácuo recriam nesse campo hermo, em sentido de espaço, a soma da próxima multiplicação, divisão e chave. As chaves são os comandos universais e essa sequência que já dividiu e criou o seu molde, repousa. O nível intelecto que dirige o processo humano para a criação ainda resiste aos

A Deusa e os Tributos de Leis

Imagem
A DEUSA E OS TRIBUTOS DE LEIS   Numa esfera terrestre como esta é difícil acessar outras dimensões, a não ser por efeito de mantras. Além, do que o mundo visível nos mostra, em meios à bolhas de verdades encobertas e mentiras expostas, escondido, por trás do véu da deusa está a verdade sendo nutrida pelas sombras, pelo meio, por entre o ponto que gira, progride, reprocessa e volta ao eixo. Antes da terra ser povoada e nela existindo o vazio primitivo, onde os recursos dela sendo transformados em deuses de carne e ossos. Havia o tão ponto subestimado e crucial ponto, na qual foi designado pelo poder umbilical que injetou as forças e encorou a gravidade. Essa força subestimada e transformada mais tarde por peso, grau e medida até no entendimento desmerecedor de mercenários que transformavam atos divinos em propriedade. — Em seu ponto iniciativo de vida existiu o primitivo precursor ser que depredaria partes do nível mais profundo em questões inteiramente irreversíveis? A resposta f