Mensagens

A mostrar mensagens com a etiqueta planeta

Uma Nova Humanidade

Imagem
  UMA NOVA HUMANIDADE... O HOMEM É A MEDIDA DE TODAS AS COISAS, FRASE DE HERÁCLITO. UM DOS MAIS SIGNIFICATIVOS MÍSTICOS DA ANTIGA GRÉCIA. NELE ESTÁ CONTIDO A SIMETRIA SAGRADA, ONDE TODAS AS PARTES DO SEU CORPO FORAM CALCULOSAMENTE DISTRIBUÍDOS NA PROPORÇÃO DIVINA. ISTO, O FAZ UM TEMPLO. E, COMO UMA OBRA NA MÃO DE SEU ARQUITETO, TODAS AS MEDIDAS DEVEM SER PERFEITAS E COMPLEXAS, NA CONCEPÇÃO DE UM TODO. DADO DE AMOSTRA O HOMEM DE VITRÚVIO QUE DUALMENTE ILUSTRA NU COM OS BRAÇOS ESTICADOS NUM CÍRCULO CENTRADO EM SEU FALO, UM QUADRADO CENTRALIZADO E O UMBIGO SIMBOLIZANDO O TODO. SUAS PERNAS ABERTAS EM 60º GRAUS DETERMINA OS TERÇOS E QUARTOS QUE DIVIDEM A ARMAÇÃO DO NOSSO ESQUELETO. ESSA ORIGEM DEVE O NOME E TRIBUTOS AO ESCRITOR, ARQUITETO E ENGENHEIRO ROMANO. MARCO VITRÚVIO POLIÃO DATADO EM 27 ANTES DA ERA CRISTÃ. ELE DEFENDIA A TRADIÇÃO CLÁSSICA DE SEU TEMPO E USAVA AS SUAS OBRAS NA NOBRE PROPORÇÃO. O QUE RESUME, DE FATO, A IDEIA DO QUE SE CRIA EM VERDADE, O TEMPO NÃO APAGA. NINGUÉ

Uma Nova Humanidade

Imagem
  UMA NOVA HUMANIDADE... A BÚSSOLA DA VIDA NO PLANETA EQUIVALE A MASSA TERRESTRE SOBRE A DENSIDADE AQUÁTICA MULTIPLICADA NA PROPORÇÃO ATÔMICA NUCLÉICA. A MAGNITUDE É CÍCLICA NO MODO EXPANSIVO SOBRE A EVOLUÇÃO DA VIDA NO PLANETA, MAS DIANTE DA EXPLORAÇÃO E ESCAVAÇÕES IRREGULARES EM PROPORÇÕES NEFASTA, A MUDANÇA EM NÍVEL DESASTROSO É QUASE UMA CERTEZA DE QUE O CAMPO GEOMAGNÉTICO QUE SE INICIA DESDE O SEU NÚCLEO ATÉ O ESPAÇO E INTERAGE COM O SOPRO DO SOL, PASSE NUMA VELOCIDADE ANORMAL PARA O OESTE. ESSE CONDUTOR ELÉTRICO SOFRE OS ATRITOS CONVENIENTES PELA REAÇÃO QUÍMICA E DISTRIBUI EM LINHAS DE POLARIDADES ENTRE REVERSÕES. ESSAS REVERSÕES SOFREM DANOS A CADA ANO. E, MILIMETRICAMENTE CALCULADOS EM ANOS, ESSE CAMPO ESTÁ PERDENDO EM GRAUS. A BÚSSOLA TERRESTRE DEPENDE DAS AÇÕES DO HOMEM EM MANTER AS PROPORÇÕES EXTRAÍDAS DE HIDROCARBONETOS. POIS DELA GIRA A ALAVANCA DO MUNDO, MAS INFLUIRÁ EM TODA A MASSA ORBITAL. SE OS GRAUS CONTINUAREM A DESCER AO OESTE, A INVERSÃO DOS PÓLOS MAGNÉ